Novo SULFATO FERROSO - 50 caps Ver maior

SULFATO FERROSO - 50 caps

sulfato

Produto novo

SULFATO FERROSO P.A. - 500mg

Anemia, fadiga, stress metabólico, fixador de oxigênio muscular

O sulfato ferroso serve para garantir que o corpo possua a quantidade de  ferro suficiente para exercer todas as atividades necessárias.
Mas para que o ferro é necessário?
Bom, o ferro atua na hemoglobina e na mioglobina.
A primeira é um tipo de proteína que pode ser encontrada nos glóbulos vermelhos e tem como função levar o oxigênio para as células; já a segunda é uma célula muscular responsável por guardar o oxigênio.

Mais detalhes

R$ 36,00

Cálculo do Frete

Aguardando CEP

Mais informações

SULFATO FERROSO P.A.

Descrição:

O ferro que é um elemento essencial utilizado no tratamento de anemias devidas à falta deste elemento no organismo. Estas anemias podem ser decorrentes de sangramentos agudos ou crônicos ou em razão da má absorção deste elemento ou ainda por deficiência da alimentação.  
O ferro também é utilizado na suplementação alimentar em situações como gravidez, amamentação e fases de crescimento rápido. No tratamento mencionado, os sinais de melhora podem demorar dias ou semanas para aparecer.

Cada cápsula gelatinosa de 500mg contém:

- 165 mg de sulfato ferroso P.A., equivalente a 55mg de ferro elementar;

- 335 mg de amido em pó integral (protetor hídrico).

Posologia do Sulfato Ferroso – Cuidados de Administração

O ferro é bem absorvido por via oral, especialmente se tomado com o estômago vazio, mas usualmente sua administração é acompanhada de alimentos para amenizar efeitos indesejáveis como náuseas e azias.
Tomar o comprimido com água ou outro líquido.
A ingestão de outros medicamentos deve ser realizada em horários separados da tomada do ferro, pelo menos, por duas horas.

Posologia:

O médico pode optar em iniciar o tratamento com doses menores do que as habituais para facilitar a adaptação digestiva à medicação.

Dose terapêutica diária:

- Crianças com mais de 7 anos: um a dois comprimidos.

- Adolescentes, adultos, grávidas e lactantes: um a três cápsulas.

Ingestão Diária Recomendada (IDR)

Faixa etária

Dose terapêutica

Crianças com mais de 7 anos

1 a 2 cápsulas

 

Adolescentes e adultos

1 a 3 cápsulas

 

Grávidas

1 a 3 cápsulas

 

Lactantes

1 a 3 cápsulas

 

 

Indicação do Sulfato Ferroso:

-O ferro é destinado ao tratamento da anemia por deficiência de ferro que decorre de privação alimentar, perdas crônicas ou interferência na absorção de ferro para crianças com mais de 7 anos, jovens e adultos.
-Tratamento da anemia da gravidez.

Contraindicação do Sulfato Ferroso:

O uso está contraindicado se tiver alergia ao sulfato ferroso e em doenças que cursam com acúmulo de ferro no organismo. O acúmulo anormal de ferro pode ocorrer em alguns pacientes com processos inflamatórios crônicos, insuficiência renal crônica e em algumas anemias não devidas à carência de ferro.

Contraindicado em outro tipo de anemia que não a ferropriva (carência de ferro na alimentação), hemocromatose e hemossiderose (doenças causadas pelo excesso de ferro).

A administração de qualquer composto de ferro para correção de anemias deve ser prolongada por várias semanas além da recuperação do conjunto de sintomas para reabastecimento de depósito normal de ferro no organismo.

Se surgirem manifestações digestivas indesejáveis, o uso pode ser interrompido por alguns dias e reiniciado com doses menores para adaptação, aumentando-se, durante alguns dias, até as doses prescritas.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

Reações adversas do Sulfato Ferroso:

As reações mais comuns são digestivas e incluem náuseas, distensão abdominal, perda de apetite, sensação de queimação no estômago ou azia, vômito, diarreia ou prisão de ventre.
Os sintomas podem ser muito sérios em crianças, com risco de morte.

Como ocorre com os demais sais de ferro, o sulfato ferroso pode agravar problemas existentes no estômago ou no intestino, como úlceras e inflamações intestinais.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento.

Interação medicamentosa do Sulfato Ferroso:

Medicamentos contendo alumínio, magnésio ou citrato de bismuto diminuem a absorção de ferro.

O uso concomitante com cimetidina, omeprazol, metildopa, também reduz a absorção do ferro, enquanto que o álcool favorece sua absorção.

O tratamento concomitante com cloranfenicol retarda a absorção do ferro.

O ferro reduz a absorção das tetraciclinas orais, das quinolonas (ciprofloxacina) e ainda, a eficácia da penicilamina. A levodopa interfere no efeito terapêutico do ferro.

Interações com testes de laboratórios: 

Pode ocasionar falso positivo na pesquisa de sangue oculto nas fezes. Informe ao laboratório que está em tratamento com o medicamento caso tenha que colher amostras de fezes para exames.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Cuidados e orientações sobre o Sulfato Ferroso:

-O uso deve ser cuidadoso em pacientes com doenças no estômago.
-Mulheres grávidas são particularmente propensas às manifestações digestivas.   -Comunique seu médico no caso de intolerância gastrintestinal, pois ele poderá fracionar a dose diária em três tomadas ou reduzir a dose.  
-Na insuficiência renal, embora a causa da anemia seja outra, pode ser necessário suplementar ferro por via oral e, em casos especiais, por via injetável.  
-Em pacientes idosos, a dose pode ser aumentada, pois há pouca resposta às doses comumente utilizadas.    

Compostos de ferro podem agravar a sobrecarga deste elemento em pacientes com anemias que não são originárias da carência de ferro.

Cuidado!!!   Crianças que tomarem doses altas deste medicamento podem ter reações indesejáveis graves e virem a falecer.

Uso durante a gravidez:

-Pode ser usado, a critério médico, durante a gravidez para a prevenção e tratamento da anemia. Recomenda-se a administração durante o segundo e terceiro trimestre de gravidez.
-Este medicamento pode ser utilizado durante a gravidez desde que sob prescrição médica ou do cirurgião-dentista.


Uso durante a amamentação:

O ferro passa para o leite materno, no entanto, não foram detectados problemas em bebês amamentados por mães que utilizaram o medicamento.

Uso em idosos:

Em pacientes idosos a dose pode ser aumentada, pois há pouca resposta a doses convencionais.

Uso em pacientes com insuficiência renal ou hepática:

Na insuficiência renal a causa essencial da anemia é a deficiência de eritropoietina, mas pode exigir suplementação de ferro por via oral e, em casos especiais, por via parenteral.
Em casos de insuficiência hepática, não é necessário reajuste de dose.

Ações do Sulfato Ferroso – Características farmacológicas – Mecanismo de ação

O ferro é um componente essencial à formação fisiológica da hemoglobina, a qual é necessária em quantidade adequada para que a eritropoiese e a consequente capacidade sanguínea em transportar oxigênio ocorram de maneira efetiva. O ferro desempenha uma função semelhante na produção de mioglobina e também atua como cofator de diversas enzimas essenciais, incluindo os citocromos, os quais estão envolvidos no transporte de elétrons.

Farmacocinética

Absorção: Até 60% do ferro administrado terapeuticamente por via oral é absorvido por processos de transporte passivo e ativo.

Distribuição:A permanência no corpo se dá por vários meses. O ferro penetra a placenta e está presente no leite materno.

Metabolismo e excreção:O metabolismo do ferro se dá, em grande parte, por sua reciclagem. Pequenas perdas diárias ocorrem por meio da descamação, da sudorese, da urina e da bile.

Interações alimentícias:Embora a absorção seja maior quando o estômago está vazio, a administração junto às refeições diminui a frequência de efeitos indesejáveis.

Muitas substâncias (fitatos e oxalatos) presentes na alimentação reduzem a absorção do ferro. A cafeína e o chá-mate também diminuem a absorção do ferro.

Produto autorizado para comercialização em todo o território nacional através do anexo I da RDC 27/2010, em conformidade com a RDC 23/2000 da ANVISA.

BELEZA PURA COSMÉTICA NATURAL e SAÚDE